50 anos mudando vidas!

Transformar a sociedade em um lugar melhor é um papel de todos. Foi com esse intuito que, no dia 27 de setembro de 1967, nasceu a Afece, uma organização não governamental criada por um grupo de mulheres (sendo, boa parte delas, esposas de políticos).

A entidade foi fundada para prestar auxílio a pais que tivessem filhos com deficiência e não possuíssem os recursos financeiros e a instrução necessária para lidar com esse desafio. Inclusive, em meio a esse grupo de fundadoras, duas tinham netos com deficiência e, portanto, vivenciavam na prática todas as dificuldades.

A primeira presidente da Afece foi Ilka Marques Munhoz que, junto de sua equipe, batalhou incansavelmente para conquistar nossa primeira sede. Em 1975, o Departamento de Educação Especial da SEED (Secretaria de Estado da Educação) propôs à instituição um programa escolar novo, destinado para pessoas com deficiência intelectual de alta especificidade associada ou não a outras patologias. Apesar da existência de diversos obstáculos (por exemplo o escasso acesso á informações na época), a Afece aceitou o desafio.

A partir de 1976, a Afece tornou-se mantenedora da Escola São Francisco de Assis, com o intuito de atender pessoas com deficiência desde os 3 anos até a idade adulta. Inicialmente, trabalhou com 32 educandos que vinham apresentando dificuldades para se adaptar ao programa estudantil de uma escola especial no Juvevê.

Mais tarde, em 1997, a escola finalmente pôde inaugurar a sua própria sede, no bairro Hugo Lange em Curitiba, atendendo 74 educandos inicialmente. Esse número aumentou gradativamente, até atingir 107 pessoas – que era a capacidade máxima do espaço.

Devido ao trabalho sério e responsável realizado pela entidade, uma nova sede começou a ser construída em 2005, devido à necessidade de ampliar o espaço para mais alunos. Seis anos depois, em 2011, a Afece mudou-se para esse novo local, no Tarumã, onde, atualmente, atende diariamente cerca de 225 pessoas com deficiência, entre crianças, jovens e adultos.

(2012 – Sede Tarumã com o bloco da Saúde ainda em construção).

Graças ao esforço de nossa equipe, cidadãos com deficiência podem receber um atendimento de qualidade e apoio para vencer os desafios diários, mesmo que não tenham recursos para custear acompanhamento particular. Mas, o sonho não para por aí, nossa meta é ampliar nossa capacidade para abrigar cada vez mais educandos e manter a excelência na qualidade de educação e assistência.

(2016 – Atual fachada da Afece).

Presidentes

  • Ilka Marquez Munhoz (Setembro de 1967 a março de 1979).
  • Justina Rocha Maranhão (Abril de 1979 a março de 1983).
  • Ilka Accioly Rodrigues da Costa (Abril de 1983 a março de 1993).
  • Maria Regina Furtado Calderi (Abril de 1993 a setembro de 1996).
  • Nilda Mott Loiola Gonçalves (Abril de 1996 a março de 1997).
  • Helena Janete de Souza (Outubro de 1997 a março de 1999).
  • Maria Manuela Branco Brusamolin (Abril de 1999 a março de 2000).
  • Ione Dimas de Barros Netto (Abril de 2000 a março de 2002).
  • Marcio Dionizio Gapski (Abril de 2002 a outubro de 2002).
  • Osmar Dalla Costa (Novembro de 2002 a março de 2006).
  • Fabio Alexandre Siebert (Abril de 2006 a janeiro de 2010).
  • Ozil Pedro Coelho Neto (Janeiro de 2010 a maio de 2010).
  • Rodrigo Havro Dionísio Rodrigues (Junho de 2010 a janeiro de 2011).
  • Carlos Roberto Drechmer (Fevereiro de 2011 a janeiro de 2014).
  • Ronaldo José de Andrade (Fevereiro de 2014 a janeiro de 2016).
  • Luiz do Nascimento Lima (Fevereiro de 2016 – atual presidente).

Clique aqui e curta a página da Afece no Facebook!