Com os passar do anos, diversos termos foram adotados/readaptados para fazer menção às pessoas com deficiência. Infelizmente, muitas pessoas utilizam alguns deles de forma inocente e equivocada até hoje. Observe alguns deles e porque o seu uso é ERRADO:

1 – “Portador de deficiência”.
Quando você utiliza o termo “portar”, dá a ideia de posse. É como se a pessoa estivesse carregando algo que pudesse deixar de carregar a qualquer momento, como bem quisesse.

2 – “Pessoas com necessidades especiais”.
Necessidades especiais todos temos em determinadas ocasiões. Quando você tem uma dor de barriga e precisa ir com maior frequência ao banheiro, está tendo uma necessidade “especial”, certo?! E isso não tem nada a ver com deficiência.

3 – “Pessoas especiais/excepcionais”.
Definitivamente não! Não é a deficiência que torna alguém especial, todos somos especiais pra alguém em alguma área da vida porque temos qualidades, independente de ter deficiência ou não! Esse talvez seja um dos piores termos, existe até quem fique ofendido com ele.

4 – “Incapacitados”.
Incapacitado = sem capacidade. Fala sério?! Isso nunca vai servir pra descrever uma pessoa com deficiência, quem convive com eles sabe do quanto são incríveis e nos surpreendem diariamente.

Os movimentos mundiais de pessoas com deficiência, incluindo os do Brasil, já fecharam a questão: querem ser chamados de “pessoas com deficiência”, em todos os idiomas. Esse termo faz parte do texto da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência Site externo, adotado pela ONU em 2006, ratificado com equivalência de emenda constitucional no Brasil através do Decreto Legislativo nº 186 Site externo e promulgado por meio do Decreto nº 6.949 Site externo, em 2009. Esse termo também é sancionado pela LBI – Lei Brasileira de Inclusão.

Nós sabemos que, na grande maioria das vezes, ninguém chama da forma errada por maldade, e é por conta disso que criamos esse link.
Agora você já sabe como deve chamar os cidadãos com deficiência! 🙂

Clique aqui e curta a página da Afece no Facebook!